• INO Nutrição

Câncer de Cabeça e Pescoço - dificuldades e adaptações na alimentação

Atualizado: Out 20

O câncer de cabeça e pescoço (engloba os cânceres da cavidade oral e nasal, faringe, laringe, seios paranasais e glândulas salivares) está entre os que apresentam maior impacto no estado nutricional do paciente oncológico. No Brasil, é o 5º mais incidente na população masculina.


Além disso, esse grupo de cânceres se relaciona fortemente com fatores ambientais, sendo os principais o fumo, o consumo de álcool e infecção viral (Ex: Papilomavírus humano – HPV), e geram diversos sintomas que podem prejudicar a qualidade de vida.

No câncer de cabeça e pescoço, é muito frequente a presença de sintomas como: boca seca, alteração no sabor dos alimentos, dificuldade para abrir a boca, dor e dificuldade para mastigar e engolir. Todos estes podem levar à baixa ingestão alimentar, com consequente emagrecimento, desnutrição e redução na tolerância ao tratamento.

Para evitar chegar nesse nível, é necessária a alteração da consistência da dieta (alimentos batidos, purês, vitaminas, etc.) e a inclusão de suplementos nutricionais (que fornecem energia, proteínas e vitaminas de maneira concentrada), ou até mesmo a passagem de sonda nasoenteral/gastrostomia para alimentação, que ocorre dependendo do tratamento ou estágio da doença.

Aqui vão algumas dicas para ajuste da alimentação, caso você apresente alguns desses sintomas:


Falta de fome/ comendo pouco:

  • Acrescente azeite de oliva na comida depois de pronta - fonte de gordura boa e calorias;

  • Prefira caldos engrossados - oferecem mais energia do que os caldos ralos;

  • Busque comer mais vezes ao longo do dia para não se sentir sobrecarregado e garantir uma boa quantidade de alimentos.

Boca seca/ pouca saliva:

  • Prefira preparações com caldos e molhos, alimentos cozidos e macios;

  • Utilize gotas de limão na comida ou bebida, se não estiver com ferida na boca;

  • Evite comida muito salgada. prefira temperos naturais.

Alteração no sabor dos alimentos:

  • Tempere bem os alimentos, com ervas e temperos naturais;

  • Prefira os alimentos mais prazerosos e que te agradam;

  • Evite alimentos muito quentes;

Dificuldade para abrir a boca:

Dor e dificuldade para engolir os alimentos:

Todos esses sintomas podem gerar uma piora na qualidade de vida, um quadro de desnutrição e consequências na tolerância ao tratamento.

Converse com seu médico e nutricionista sobre os seus sintomas, para que seja avaliada a necessidade de adaptações na dieta, inclusão de suplementos nutricionais ou até mesmo uma via alternativa para alimentação.

Agende sua consulta


Referências:

National Cancer Institute - https://www.cancer.gov/types/head-and-neck

Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil / Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. – Rio de Janeiro: INCA, 2019.

24 visualizações

Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 19h

 Rua Itapeva, 240. Sala 301 - Ed. Itapeva Medical Center. Bela Vista, São Paulo (SP) 

©Instituto de Nutrição e Oncologia 2020 - Todos os direitos reservados