• INO Nutrição

5 maneiras de aproveitar integralmente o alimento

Atualizado: Out 20


O aproveitamento integral dos alimentos significa utilizar todas as partes de um alimento, ou a maioria delas, como cascas, talos, sementes, etc. O intuito de aproveitar integralmente os alimentos é diminuir o desperdício de comida, aumentar a oferta de nutrientes na alimentação e diminuir custos.

Sempre reforçamos aqui que uma característica do padrão alimentar para o paciente oncológico e para a prevenção do câncer é uma alimentação densa em nutrientes. Assim, adicionar as partes não convencionais destes alimentos garante um aumento no consumo de nutrientes e compostos bioativos.

1) Consuma o alimento com casca

Sempre que possível, ao consumir frutas e hortaliças, prefira ingeri-los com casca, já que dificilmente esta vai agregar alguma alteração de sabor no alimento. As cascas são ricas em fibras alimentares que auxiliam no trato gastrointestinal e em compostos bioativos.

2) Se não puder consumir a casca, guarde para fazer outras preparações

Algumas cascas são mais difíceis de incluir na alimentação, como casca de banana, cebola e melancia. No caso desses alimentos, armazene essas cascas para utilizar em outro momento – podemos assá-las para fazer petisco ou para agregar sabor em caldos. Alguma das preparações que podemos citar é o bolo com casca de banana, doce da casca de maracujá e ensopado de carne com a entrecasca da melancia.

3) Guarde sementes para usar como snacks

As sementes são excelentes fontes de gordura de boa qualidade, magnésio, fósforo e zinco, além de serem ricas em proteína vegetal. Especialmente as sementes de melão, melancia e abóbora fazem ótimos snacks para um lanche ou para adicionar crocância a salada ou sopa. Guarde essas sementes na geladeira e depois asse com azeite, sal, pimenta, ervas e especiarias como açafrão, orégano, etc.

4) Use as folhas dos vegetais

Nem sempre temos acesso aos vegetais inteiros, mas todos eles possuem folhas que normalmente são descartadas e vão para o lixo antes de chegar no nosso carrinho. Elas são muito ricas em nutrientes – como, por exemplo, as folhas da cenoura que possuem mais vitamina C do que a polpa do vegetal! Inclua na sua alimentação as folhas de cenoura, beterraba, couve-flor e mostarda. Alguma delas possuem um gosto um pouco amargo para ser consumidas cruas, por isso é interessante guardá-las e incluí-las em refogados, molhos (como pesto e chimichurri), bolinhos, entre outros.

5) Guarde o talo dos alimentos

Muitas vezes jogamos no lixo os talos de espinafre, brócolis, couve-flor, etc. que são partes ricas em nutrientes. Podemos guardá-las e adicioná-las a arroz, farofas, refogados e sopas.


4 visualizações

Horário de atendimento: segunda a sexta, de 8h às 19h

 Rua Itapeva, 240. Sala 301 - Ed. Itapeva Medical Center. Bela Vista, São Paulo (SP) 

©Instituto de Nutrição e Oncologia 2020 - Todos os direitos reservados